REFLEXÕESTEXTOS CURTOS

O sol sempre volta pra dizer bom dia.

Oi, sol, bom dia!

É tão bom olhar para você de novo e voltar a acreditar. Talvez você não saiba, mas eu me inspiro em você. Nascendo ou se pondo, você tem o mesmo tom. Algo simples e natural, mas que me ensina que por mais que o dia seja incrível e iluminado, também existe a noite, por vezes fria e escura, e é preciso descansar, para voltar mais radiante do que nunca no outro dia que virá.

Alaranjado, avermelhado, misturado entre o lilás, o pink, o azul e o branco do céu. Mesmo disputando com tantas cores, você se sobressai, não deixa de ser essencial e único, me ensina que a soma do diferente é necessário para compor um resultado.

Ninguém é mais que ninguém, cada um tem o seu lugar e a sua função para pintar a tela.

Você se vai, mas volta, sabe a importância de insistir. E é aí que você me ensina sobre recomeçar.

Alguns dias, por mais que a gente tente, serão mais cinzas do que alaranjados e não é sobre falta de luz, é muito mais sobre ter alguns dias de descanso para recompor essa luz, que sempre estará queimando dentro da gente.

Por mais que a gente se sinta mais seguro debaixo do cobertor, no silêncio e na escuridão do nosso quarto, chega uma hora que é preciso levantar, se espreguiçar, lavar a cara e dizer: Oi, sol, bom dia!

@WellasDiniz


[ assista minha série de textos no Youtube ] 👇

O que você achou do post?

Gostei
3
Inspirador
4
Amei
3
Necessário
2
Engraçado
0
Wellas Diniz
Escritor, produtor audiovisual, criador de conteúdo digital, editor de vídeos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motivação e acredito que uma boa troca de ideias é capaz de transformar o dia de alguém.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 4 =

Mais em:REFLEXÕES