Idoso fica preso 24h no carro e é salvo pelo cachorro da vizinha
ARTIGOSNOTÍCIAS & HISTÓRIASPETS

Idoso fica preso 24h no carro e é salvo pelo cachorro da vizinha.

Que os nossos pets viraram nossos melhores amigos, é fato!

Um fato inclusive indiscutível. 

Só quem tem um pet em casa entende a conexão entre o bichinho e o(a) tutor(a).

Morris Cohen

O caso aconteceu na Inglaterra e um dos protagonistas dessa história é o idoso Morris Cohen de 94 anos, que apesar da idade avançada, é um homem muito ativo e lúcido. Tem autonomia para fazer quase tudo, inclusive dirigir.

Era um dia frio, Morris estava saindo da sua garagem e ao tentar apoiar-se em sua bengala, ela quebrou, fazendo com que Morris caísse. Seu braço esquerdo ficou preso sob a embreagem e os pedais de freio e ele não conseguia se libertar.

Apesar de suplicar insistentemente por socorro, ninguém parecia ouvi-lo e Morris enfrentou a temperatura abaixo de zero por quase 24 horas.

Por conta da hipotermia que já havia se instalado, a história de Morris poderia ter um final bem trágico, mas Roger, o pet da vizinha, entrou em cena para mudar esse roteiro e nos mostrar mais uma vez o quanto os pets são seres de outro mundo.

Super-homem Cão.

Idoso fica preso 24h no carro e é salvo pelo cachorro do vizinho.
Roger, o cão que salvou a vida do Morris. | imagem: ITV

Já haviam se passado quase 24 horas, quando Roger, entrou farejando na garagem de Morris, que ao notar o idoso preso e pedindo por socorro, começou a latir fortemente.

Os latidos de Roger, chamaram a atenção de sua tutora, Frances Wall, vizinha de Morris, que mora em frente. Ao chegar onde seu pet estava latindo para ver o que estava acontecendo, Frances se deparou com Morris no chão de sua garagem pedindo por socorro.

Ela ligou para os bombeiros, que logo em seguida chegaram para libertar Morris, que foi levado às pressas para o hospital, onde passou 10 dias se recuperando antes de receber alta.

Um Final Feliz.

A história logo se espalhou pela cidade, Roger virou um herói do bairro onde vive. 

Em recente entrevista à TV local, Morris declarou:

“— As pessoas no hospital disseram que se eu tivesse estado lá fora por uma hora ou mais, eu teria morrido. Eu teria ido embora. Eu devo minha vida a esse cachorro. Aquele cachorro definitivamente me salvou, sem dúvida.”

Apesar de Morris não ser o tutor de Roger, ele teve a sensibilidade de o salvar.

Isso só nos mostra o quanto os animais são puro amor.

Fonte: MSN | Foto de Capa: Max Willcock/BNPS


O que você achou do post?

Gostei
1
Inspirador
2
Amei
16
Necessário
2
Engraçado
0
Wellas Diniz
Escritor, produtor audiovisual, criador de conteúdo digital, editor de vídeos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motivação e acredito que uma boa troca de ideias é capaz de transformar o dia de alguém.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + nove =

Mais em:ARTIGOS