BEM-ESTARDICASMOTIVAÇÃONEWSLETTERREFLEXÕESSAÚDE MENTAL

02 / Por que estamos tão cansados? 😓

Antes de mergulharmos neste texto, vou te contar um segredo. Há pouco tempo, passei quase 20 minutos olhando para os prédios vizinhos, da janela do meu quarto.

Sabe aqueles momentos em que simplesmente existimos, sem pensar em nada, sem fixar o olhar em nada? Foi tão bom ficar ali parado e desligado.

E então, me ocorreu uma pergunta que venho tentando entender há um bom tempo:

‘Por que estamos tão cansados?’

Não é apenas um cansaço físico, é algo mais profundo, quase um cansaço da alma. Eu queria explicar isso neste texto, mas é algo tão complexo que, sinceramente, não sei por onde começar…

Às vezes, a inspiração não vem de imediato, especialmente quando se trata de textos longos. Nos últimos tempos, minha mente tem se acostumado com frases curtas e impactantes. Enquanto esperava a inspiração, surgiu um pequeno poema instantâneo em minha mente:

É incrível como esse poema diz tanto em poucas palavras, talvez não precisássemos de um texto longo afinal. Parece que me acostumei com o formato curto e de efeito.

Mas vamos lá, hoje eu quero convidar você, pra gente refletir juntos: ‘Por que estamos tão cansados?’

📱😰 A ansiedade da notificação.

Vivemos em uma época de notificações constantes, seja em nossos celulares ou computadores. Cada ‘ping’ é uma interrupção, e a ansiedade que acompanha cada uma delas pode ser esmagadora. É como se estivéssemos sempre no modo de alerta máximo, nunca permitindo que nossa mente descanse.

Eu não sei vocês, mas várias vezes eu me peguei fora do meu horário de trabalho, recebendo uma notificação no grupo da empresa e por mais que eu pudesse ver depois, durante o meu horário de trabalho, aquilo já me causava uma ansiedade para ver de imediato e muita das vezes já tentar resolver. 

Em vários momentos isso estragou: meu dia de folga, uma série legal que eu estava vendo, um momento bacana que eu estava com meus amigos… etc. 

A gente não pode deixar isso continuar acontecendo.

⏳😨 O medo do tempo que tá passando.

O relógio não para, e às vezes sentimos que o tempo está fugindo de nossas mãos. O medo de não aproveitar cada momento ao máximo nos leva a uma corrida constante. 

Esses dias eu tive que gritar comigo mesmo e dizer: ‘‘para com isso, para de ser doido, para de ficar comparando a sua vida com a dos outros. Viva o seu tempo, vá no seu ritmo, faça as coisas que você pode e acima de tudo seja feliz. De preferência com calma. ‘‘

Foi aí que eu respirei e acalmei um pouco.

😴💤 A gente já não para nem dormindo.

Mesmo quando nos deitamos para dormir, nossas mentes continuam a mil. Pensamentos, preocupações e planos futuros nos impedem de descansar adequadamente. 

Gente é incrível, mas é só eu deitar pra dormir que minha mente começa a me lembrar tretas do passado e me diz onde eu errei, como eu poderia ter respondido, começa a dizer tudo que eu preciso comprar, fazer, mudar, melhorar… É uma loucura tentar dormir. 

Só nisso eu perco umas 5 horas e sempre durmo tarde, acordo cedo, com aquela velha sensação de que não descansei o suficiente.

😫💔 É por isso que estamos tão cansados.

Tudo isso se acumula, deixando a gente exaustos. O cansaço vai além do físico e se instala profundamente em nossa psique. 

É um cansaço que não pode ser resolvido apenas com uma boa noite de sono. Porque como eu falei no começo do texto, eu sinto que é um cansaço da alma, que a gente não sabe ao certo explicar… 

O que a gente pode fazer para se sentir um pouco melhor?

✈️🌟 Aderindo ao modo avião.

Talvez seja hora de desacelerar, desconectar um pouco das notificações e fazer uma pausa para encontrar um momento de tranquilidade. 

O ‘modo avião’ não precisa ser apenas no celular; pode ser um estado de espírito que nos permita recarregar e reencontrar nosso equilíbrio. 

Eu aderi ao modo avião na hora de dormir. Assim que eu deito, já ligo o modo avião. 

Algumas vezes no meu dia: Quando vou assistir uma série, ler um livro, escrever ou até mesmo brincar com meu cachorro, eu ligo o modo avião também. 

Esses dias saí para encontrar um amigo e fiquei 1hora sem nem tocar no celular, na rua eu não gosto muito de ligar o modo avião por motivo de segurança, mas só o fato de desconectar mesmo estando conectado, é um grande avanço. 

O home office tem seu lado positivo, mas ele confunde um pouco a nossa cabeça, porque a gente acaba morando no nosso trabalho. Então é preciso definir horários para tudo, como se estivesse numa empresa e se obrigar a cumpri-los. 

Talvez a gente não se sinta totalmente descansado, mas já é um começo.

🌟 Agora é sua vez.

Meu objetivo com esta newsletter é proporcionar um conteúdo que faça o seu dia um pouco mais leve, abordando temas que sei que podem ser relevantes para você.

Então, que tal reservar um momento para si, mesmo que seja breve, e refletir como você pode encontrar um equilíbrio em meio a todo esse cansaço!? 🌟💭

Espero que tenha gostado e até a próxima!

@WellasDiniz


[ assista minha série de textos no Youtube ] 👇

O que você achou do post?

Gostei
3
Inspirador
3
Amei
9
Necessário
2
Engraçado
1
Wellas Diniz
Escritor, produtor audiovisual, criador de conteúdo digital, editor de vídeos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motivação e acredito que uma boa troca de ideias é capaz de transformar o dia de alguém.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 5 =

Mais em:BEM-ESTAR