POEMAS

POEMA: 5. Nono andar.

A noite parece curta, mas só pra quem dorme.

Pra quem fica em claro alimentando pensamentos, te falo, parece uma eternidade.

São tantos pensamentos, criações, paradoxos, que às vezes nem sei mais o que é verdade.

Preso e liberto pelos próprios pensamentos.

Às vezes sou eu, a janela, o cachorro, a lua e o vento, assistindo ao amanhecer do nono andar do meu apartamento.

@WellasDiniz


O que você achou do post?

Gostei
3
Inspirador
1
Amei
29
Necessário
4
Engraçado
1
Wellas Diniz
Escritor, produtor audiovisual, criador de conteúdo digital, editor de vídeos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motivação e acredito que uma boa troca de ideias é capaz de transformar o dia de alguém.

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + 14 =

Mais em:POEMAS