MOTIVA√á√ÉONEWSLETTERREFLEX√ēES

13 / Se reconstruir √© uma arte. ūüé®

Não sei se você já viu o processo de um artesão ao fazer um jarro de argila. Ele vai calmamente massageando a argila até ela ir tomando a forma que ele deseja.

Em algumas vezes, algo sai do controle, e ele calmamente vai reconstruindo a sua arte até que ela tome a forma que ele deseja.

Na nossa vida não é diferente. Somos argilas buscando encontrar a nossa forma. Todos os dias a gente se perde um pouco e se reconstrói.

Se reconstruir é uma arte que merece ser reconhecida.

ūüĒĄ √Č aos poucos que as coisas v√£o ganhando formas.

Quando a gente começa algo novo, por diversas vezes é difícil ter aquela certeza de que tudo que a gente planejou na nossa mente vai ganhar a forma que a gente idealizou.

Somos imediatistas demais; a gente n√£o aprende a lidar com as frustra√ß√Ķes, tendemos sempre a desanimar.

√Č a√≠ que me vem √† mente o trabalho da artes√£ que cuidadosamente vai moldando a argila, e mesmo quando algo sai do controle, ela vai reconstruindo calmamente at√© que a forma volte aos eixos esperados.

A gente precisa entender que tudo é assim mesmo; é aos poucos que as coisas vão ganhando formas. Se a gente desistir toda vez que algo sair do controle, a gente não constrói nada.

ūüéČ A arte final.

A arte final de qualquer coisa, por muitas vezes, esconde processos demorados, doloridos, cheios de sacrifícios.

Só a gente sabe o quanto de esforço a gente coloca em cada coisa que a gente construiu, não é mesmo?

Por isso, valorize todas as suas artes finais, cada projeto, grande, pequeno, significativo ou não. Conta com sacrifícios que só você sabe, que só você entende, que só você vai valorizar.

ūüŹļ Seus sonhos e projetos s√£o como um jarro de argila.

Eu não sei qual o tipo de projeto, arte, sonho, desejo, você está moldando agora. Pode ser que você esteja apenas olhando o barro sem forma, e na sua cabeça pareça distante que algo aconteça ali.

N√£o desanime, pegue o barro e v√° moldando aos poucos, do seu jeito, no seu tempo, nas suas condi√ß√Ķes, e se algo no decorrer do caminho acontecer, n√£o esque√ßa que se reconstruir √© uma arte. Retome, entenda o que √© preciso ser feito e se reconstrua at√© que a sua arte chegue no final.

Linda, pronta, para ser exposta, nem que seja só para você, mas que seja do jeito que você idealizou.

Te desejo uma boa construção de tudo o que você desejar.

@WellasDiniz


[ assista minha s√©rie de textos no Youtube ] ūüĎá

O que você achou do post?

Gostei
2
Inspirador
2
Amei
3
Necess√°rio
2
Engraçado
0
Wellas Diniz
Escritor, produtor audiovisual, criador de conte√ļdo digital, editor de v√≠deos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motiva√ß√£o e acredito que uma boa troca de ideias √© capaz de transformar o dia de algu√©m.

Veja também

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + 14 =