CAP√ćTULOSDESENVOLVIMENTO PESSOALREFLEX√ēES

CAP√ćTULO 15: Depois de um tempo.

Depois de um tempo, a gente aprende que não é o ter tudo que preenche, mas sim os detalhes. Leva tempo, mas o tempo leva. Tudo está em constante transformação.

A gente começa a lidar com os altos e baixos e aprende a rir de si mesmo. Percebe que nem tudo é para sempre, por isso dá mais valor às coisas enquanto elas duram. Estamos sempre amadurecendo.

Chega um momento em que não nos importamos mais com o que as pessoas pensam. Dane-se todos e tudo, a gente só quer viver do nosso jeito. O amor é um ciclo: alguns têm sorte de encontrar alguém numa dessas voltas que a vida dá, outros nem tanto. Mas vamos nos aceitando cada vez mais e descobrimos que amar a si mesmo, acima de tudo, é o que realmente importa.

Aprendemos a rir depois de chorar, a dizer para nós mesmos que tudo vai ficar bem. Erramos e aprendemos, e às vezes erramos de tanto nos cobrar para acertar.

Com o passar do tempo, percebemos que tudo o que aprendemos na vida ainda não nos ensinou nem a metade. As ideias e os pensamentos evoluem, e muitas vezes é preciso se desconstruir para se reconstruir como um ser humano melhor.

E ent√£o, compreendemos que todo o tempo do mundo nunca vai ser o bastante para viver. Sempre vamos querer mais. Nada nunca vai ser o suficiente.

@WellasDiniz


[ assista minha s√©rie de textos no Youtube ] ūüĎá

O que você achou do post?

Inspirador
1
Amei
20
Necess√°rio
2
Engraçado
0
Wellas Diniz ūüß°
Escritor, produtor audiovisual, videomaker e editor de vídeos para cinema, TV e internet. Amo ler e escrever sobre motivação e acredito que palavras são capazes de transformar o dia de alguém.

1 Coment√°rio

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + três =

Veja também